O que é elastina? Descubra mais sobre o poder dela

4 minutos para ler

Em vários cosméticos ou tratamentos de beleza, sempre vemos citar a elastina como um dos princípios do produto. Mas, afinal, o que é elastina? Esse componente nos produtos é o que ajuda na firmeza e flexibilidade da sua pele.

Portanto, quem segue uma rotina de skincare não pode negligenciar esse item no cronograma. Veja nesta leitura mais informações sobre a elastina e entenda como ela atua na sua pele e cabelo para mantê-los viçosos.

O que é elastina?

A elastina é uma proteína importante para a regeneração do corpo humano. Portanto, ela faz parte do organismo, atuando nas fibras elásticas de alguns órgãos, como pele, cabelo e outros. Apesar da sua função essencial, não a encontramos naturalmente no organismo com a mesma abundância que o colágeno. São fibras finas, compostas por aminoácidos, glicina, valina, prolina e alanina.

Sendo assim, essas fibras são resistentes à atração. Por isso, graças à elastina, os nossos órgãos podem se esticar e voltar à forma original, sem grandes transtornos. Algumas pessoas que já conhecem essa proteína a associam com uma borracha ou elástico, que pode esticar e voltar ao normal com facilidade.

Para que serve?

Quando falamos de beleza e jovialidade, a elastina também merece o seu destaque. Afinal, ela cumpre uma função indispensável em nossa pele e cabelo. Logo, a sua falta pode trazer prejuízos notáveis. Nos ligamentos, paredes arteriais, pulmões e pele são as principais regiões em que a encontramos e onde a proteína age para dar movimento aos órgãos.

Quando existe uma deficiência da elastina no organismo, é comum que surjam os primeiros sinais do envelhecimento. Porém, quando a produção está em nível adequado, pode até combater o aparecimento de rugas na pele. Por isso, a partir dos 25 anos são comuns esses sinais, sendo que essa é a idade em que começa a diminuir a produção da proteína.

No cabelo, a elastina age diretamente na estrutura dos fios, formando as fibras capilares. É essa proteína que contribui para que as mechas fiquem seladas e alinhadas. Inclusive, a elastina é uma das responsáveis por fortalecer, dar flexibilidade e resistência aos cabelos. O resultado são fios mais saudáveis e prevenidos de queda capilar.

Elastina e colágeno são a mesma proteína?

Não, mas ambas são muito importantes para a formação de pele e cabelo, além dos órgãos do corpo. A elastina tem mais resistência no corpo — suas fibras são mais finas e em menor quantidade. Já o colágeno, temos em nível mais abundante, inclusive nos tendões e ossos. Tanto a elastina quanto o colágeno são produzidos em larga escala na infância e adolescência, mas, na fase adulta, vão diminuindo gradativamente.

Por isso, os cabelos enfraquecem, a pele perde elasticidade e tônus, surgem rugas e flacidez, além de outros aspectos do envelhecimento. Para amenizar os efeitos de perda da jovialidade, é sempre recomendado fazer a reposição do colágeno, via oral, por meio do suplemento hidrolisado. Já com a elastina, não existe a mesma oportunidade de se suplementar.

Porém, as duas proteínas são encontradas com facilidade em uma alimentação balanceada e rica em nutrientes. Além disso, para um tratamento de pele bem-feito, conte com a aplicação de produtos que tenham colágeno e elastina na fórmula. Para complementar os cuidados, use adesivos de silicone para melhorar o aspecto da região tratada e prevenir novas rugas.

A Supérbia é a única empresa brasileira que oferece adesivos de silicone para o rosto e corpo e ajudam no seu tratamento de pele, para assim manter a hidratação adequada e recuperar a jovialidade.

Agora você já sabe o que é elastina e tem o conhecimento do quanto é importante utilizar bons produtos para tratar da sua beleza.

Entre em contato conosco, agora mesmo, para saber mais sobre os nossos produtos!

Posts relacionados

Deixe um comentário