Conheça os tipos de cicatrizes e os melhores tratamentos

4 minutos para ler

A cicatrização é o processo natural de um machucado. O tamanho das cicatrizes depende do tempo daquele ferimento e o tipo de pele de cada pessoa. Com o passar do tempo algumas cicatrizes ficam mais discretas, e outros tipos precisam de tratamentos diferenciados.

Conheça abaixo os tipos de cicatrizes

Cicatriz Normotrófica

Esse tipo de cicatriz não deixa nenhum relevo e a coloração fica semelhante ao do tom “natural”, nesse caso, a pele volta ao seu aspecto e consistência anterior ao trauma.

Cicatriz Atrófica

A cicatriz atrófica deixa um “buraco” na pele. Geralmente ela aparece quando há uma perda de substância tecidual ou por uma sutura cutânea inadequada.

Cicatriz Hipertrófica

A cicatriz hipertrófica é confundida com queloide por deixar um tipo de textura elevada. Geralmente ocorre quando o corpo produz colágeno de forma desorganizada.

Brida Cicatricial

Esse tipo de cicatriz ocorre nas regiões das articulações e, dessa forma, pode causar limitações funcionais.

Queloides

Esse tipo de cicatriz é espessa e elevada e pode estar ligada a fatores étnicos. Ela é decorrente de uma contínua produção de colágeno jovem. Para esse caso em específico, a prevenção ainda é o melhor tratamento. Malha elástica, placas de silicone, pomadas e géis costumam funcionar bem nesse caso.

Quais são os tratamentos para as cicatrizes?

Existem alguns tratamentos estéticos e outros cirúrgicos que são capazes de suavizar as cicatrizes, mas nenhuma cicatriz pode sumir por completo.

Laser

Esse tipo de tratamento “aquece” a camada superficial da pele, a epiderme e parte da derme. O laser passa por toda a cicatriz e remove as camadas mais afetadas.

Microdermoabrasão e Dermoabrasão

A Dermoabrasão é um tratamento indicado para as cicatrizes de acne. Nesse caso, o local é tratado sob um lixamento para a correção da superfície. Já a Microdermoabrasão, é um procedimento indicado para as cicatrizes de acne, traumas ou cirurgias. Consiste em uma esfoliação mecânica progressiva e controlada para atenuar linhas cutâneas superficiais, estimulando a regeneração celular.

Peeling Químico e Peeling de Cristal

O peeling químico consiste na aplicação de uma solução química sobre a pele, que “destrói” a epiderme, removendo e regenerando as camadas da mesma. O peeling de cristal é um método recente e funciona com a pulverização de pequenas partículas de cristais, ao contrário do método de peeling químico, esse tratamento não usa substâncias químicas.

Compressão

Nesse método as cicatrizes mais beneficiadas são as elevadas ou espessas. Na maioria das vezes, o método utilizado nesse tratamento é o silicone, que por sua vez, ajuda a manter a região hidratada. A Supérbia trouxe ao mercado brasileiro as Placas Adesivas Multiáreas, que são produzidas com silicone grau médico. Quer saber mais sobre essa técnica? Clique aqui.

Entenda melhor:

Preenchimento

Nesse tratamento, o ácido mais comum utilizado é hialurônico, para aumentar o volume do local para nivelar a cicatriz. As injeções de colágeno também são utilizadas em alguns casos.

Microexertos

Esses microexertos são pequenos transplantes de pele (normalmente são utilizadas peles do próprio paciente).

Cirurgia

A cirurgia é realizada quando as cicatrizes são mais largas, profundas e, principalmente, nas mais antigas. Os cirurgiões utilizam várias técnicas para deixar a cicatriz mais suave e menos evidente, porém, esse é um dos tratamentos mais caros.

Tem dúvida sobre esse assunto? Escreva pra nós! Já escrevemos um artigo com 12 mitos e verdades sobre cicatrizes, confira aqui.

Posts relacionados

Um comentário em “Conheça os tipos de cicatrizes e os melhores tratamentos

Deixe um comentário