O que causa as rugas? Conheça os principais tipos e os melhores tratamentos

4 minutos para ler

Você já se perguntou o que causa as rugas de verdade? Ou já pensou em começar algum tratamento, mas ficou em dúvida sobre qual era o método mais adequado ao seu problema?

Relaxe, essas dúvidas são comuns. E embora não pareçam, estão muito relacionadas. Afinal, compreender as causas e fatores que estimulam o surgimento das rugas é essencial para escolher o tratamento que trará melhores resultados.

De forma geral, as rugas são resultado da degradação do colágeno da nossa pele. Normalmente, essa perda começa por volta dos 25 anos, embora nessa idade os efeitos ainda sejam pouco visíveis. Porém, segundo a Dra. Paola Costa, dermatologista da Clínica Unire, existem outros fatores que devem ser considerados.

Mas afinal, o que causa as rugas?

“O principal mecanismo que promove a formação de rugas é o efeito do sol e a poluição do dia a dia. Então, se a sua cidade é mais poluída, ou se você fuma, a degradação do colágeno vai ser maior”, explica. Por isso, os dermatologistas recomendam que a prevenção e o tratamento das rugas comecem cedo, para que a pele fique mais resistente ao aparecimento dos sinais da idade.

Confira o abaixo a entrevista com a Dra. Paola Costa no Programa Bem da Terra, da rede Band:

Tipos de rugas

Segundo a Dra. Paola Costa, existem três principais tipos de rugas, classificadas de acordo com os fatores que estimulam seu aparecimento: são as rugas de expressão, as rugas dos sulcos e as rugas do sono. A seguir, vamos falar um pouco sobre cada um deles.

Rugas de expressão

As rugas de expressão ou rugas dinâmicas, são causadas pelo movimento da pele. Concentram-se principalmente na região da testa e nos cantos dos olhos, na forma dos famosos “pés-de-galinha”, que aparecem quando sorrimos.

Rugas de sulcos

Também chamadas de rugas estáticas, são causadas pela perda de densidade da pele, que fica mais flácida e torna os sulcos mais evidentes. O principal exemplo desse tipo de ruga é o “bigode chinês”, aquele sinal que se estende do canto do nariz até as extremidades dos lábios.

Rugas do sono

O terceiro tipo são as famosas rugas do sono ou “sleep lines”. Essas marcas aparecem na região do colo graças ao hábito de dormir na posição lateral, que concentra o peso do corpo no mesmo lado e deixa a pele “amassada”. Quanto mais tempo sem tratamento, maior a probabilidade dessas marcas permanecerem na nossa pele mesmo depois de acordadas. Por isso, é o tipo de ruga com tratamento mais difícil.

Tratamento antissinais por oclusão

O tratamento de suavização de rugas mais moderno disponível no mercado é o método antissinais por oclusão. Bastante recomendado pelos especialistas para o tratamento das rugas do sono, mas aplicável também para o tratamento das rugas de expressão e das rugas do sulco, essa técnica utiliza adesivos de silicone grau médico aplicados diretamente sobre a pele com ruga. O adesivo estica o espaço dobrado da ruga e utiliza a água do próprio corpo para estimular a hidratação e devolver o aspecto jovem da pele.

“A ruga é uma pele que amassou, como se fosse um papelzinho. Na hora em que você estica com o adesivo e não permite que a pele dobre e amasse naquela região, a própria hidratação da pele vai preenchendo essas linhas e as marcas vão saindo”, explica a Dra. Paola, que ressalta as vantagens do tratamento. “Não dói, não é injetável e pode ser usado por todo mundo, inclusive por gestantes, sem contraindicações”.

Porém, a Dra. Paola explica que o tratamento antissinais por oclusão é apenas um recurso para tratar a pele, e que os resultados dependem de outros cuidados complementares. “A pele reflete a sua saúde. Ter uma pele bonita é se alimentar bem, usar protetor, etc. É preciso estar bem para poder apresentar uma pele boa”, afirma.

Agora que você já sabe o que causa as rugas e os melhores tratamentos, compartilhe com as suas amigas ou nas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso a essa informação super valiosa.

Posts relacionados

Deixe um comentário