As melhores coisas de ser mãe aos 40

4 minutos para ler

Ter um filho, independentemente da idade da mulher, tem as suas vantagens, bem como os desafios que fazem parte do processo. Portanto, ser mãe aos 40 anos também proporciona os seus benefícios, ao contrário do que muitos pensam, apesar dos riscos da gestação.

Por isso, é importante destacar que, mesmo com os casos de complicações que podem acontecer na gravidez após os 40 anos, não é uma regra que toda mulher vai passar pela situação — basta ter os devidos cuidados.

Assim a maioria das mulheres pode viver o lado bom de ser mãe nessa idade ou ainda mais madura. Conheça essas vantagens, a seguir!

Alimentação consciente da mãe aos 40

A mulher mais madura, geralmente, têm mais consciência sobre os efeitos da alimentação e dos cuidados com o corpo. Além disso, esse entendimento também pode estar associado aos riscos que a gravidez tardia pode trazer. Então, ela servirá como um incentivo para uma mãe aos 40 ter mais atenção, nesse sentido.

Esse cenário se difere do que acontece com as mães de 20 ou 30 anos que, geralmente, não têm tanta preocupação com a nutrição e podem consumir mais alimentos pobres em nutrientes. Consequentemente, esse hábito influencia na gravidez e no desenvolvimento do bebê.

Estabilidade financeira e profissional

As condições financeiras devem ser levadas em conta antes de ter um filho, principalmente as questões profissionais. Geralmente, aos 20 ou 30 anos, a mulher ou o casal estão se consolidando no mercado de trabalho. O salário, geralmente, é destinado para conquistar bens, como casa, apartamento ou, até mesmo, para investir em estudos.

Logo, uma mãe aos 40 já deve ter passado por essa fase e terá mais estabilidade profissional e financeira. O salário já não é destinado — ou, pelo menos, a sua maior parte — para pagar dívidas e uma pós-graduação, por exemplo. Pode ser usado para o lazer da família e oferecer uma vida ainda melhor para o filho.

Habilidades mentais

Os hormônios da gestação — progesterona e estrogênio, responsáveis pelo tecido e estrutura cerebral — podem ajudar na melhora de habilidades mentais (processo cognitivo que ajuda nas relações interpessoais e individuais) que, com o passar da idade, vão se desgastando. Por isso, uma gravidez aos 40 anos pode contribuir com a memória, comunicação, foco e compreensão. 

Maturidade emocional

A mulher mais madura já viveu vários desafios e, frequentemente, ser mãe nessa idade é resultado de um planejamento e muita reflexão. Nesse sentido, a mãe está mais preparada para assumir as responsabilidades que a gestação traz, bem com as mudanças que vão acontecer em seu corpo e na sua vida.

Geralmente, uma mãe aos 40 tem mais paciência para lidar com o filho e sofre menos com os efeitos do estresse, comparados com as mães de 20 anos, por exemplo. Sobretudo, isso é um resultado da maior facilidade de adaptação que a idade madura oferece às mulheres.

Mais apoio aos filhos

Por fim, todas as vantagens que citamos até aqui refletem na formação do filho. A mãe madura, provavelmente, terá mais tempo para ficar com a criança, além de oferecer mais qualidade de vida para o filho, desde bebê. Afinal, os estímulos e o apoio são fundamentais para o desenvolvimento do pequeno.

Contudo, as crianças têm muita energia! Por isso, para ser mãe aos 40, aproveitar todas essas vantagens e curtir o filho ao máximo, é fundamental ter bons hábitos de vida. Procure ter uma rotina com atividades físicas, boa alimentação — mesmo no pós-parto — e bons relacionamentos. Assim, você garante tempo de qualidade com a sua criança.

Gostou desta leitura? Então, siga as nossas redes sociais para ver mais conteúdos. Estamos no Facebook, Instagram e Twitter.

Posts relacionados

Deixe um comentário