Os desafios do home office para quem tem filhos

6 minutos para ler

Se para muitos o home office já é complicado pelo simples hábito de trabalhar no escritório e ter contato com a equipe, imagina para quem tem filhos! Essas pessoas têm o desafio duplo de exercer suas atividades laborais enquanto cuidam da família. Isso lhes exige mais esforço e paciência.

Com as escolas fechadas e sem previsão de retorno (em alguns estados) por questões de segurança, coube aos pais a missão de se reinventar, não apenas profissionalmente, mas como parentes, para dar atenção e carinho aos pequenos, que nem sempre entendem o momento que estamos vivendo.

Pensando neles, reunimos algumas dicas para ajudar a passar por esse dia a dia árduo de forma menos difícil, até porque, apesar dos desafios do home office, esse modelo de trabalho também oferece muitos benefícios, como qualidade de vida, que permite passar mais tempo ao lado da família, se alimentar melhor, gastar menos e por aí vai.

Reservem um local de trabalho

Ter um escritório dentro da sua casa é ideal para trabalhar melhor e isso não se deve apenas pelo contato com as crianças, mas, principalmente, para que vocês se organizem. Entrou no espaço, fechou a porta, pronto: é hora de trabalhar! As interrupções acontecem, é normal, mas é bom que reforcem junto aos pequenos que aquele local é seu ambiente de trabalho e o silêncio é necessário para que se concentrem melhor.

Esse local também é fundamental para que seus acessórios de trabalho (como notebook, pastas etc.) não fiquem soltos pela casa e lhes façam perder tempo procurando. Procurem um quarto iluminado e arejado e decore como desejar.

Organizem a rotina

Estando em casa, um desafios do home office mais comuns são os imprevistos. Porém, quanto mais organizados e disciplinados vocês forem, mais chances de seu planejamento funcionar. Portanto, atentem ao horário de trabalho, criem uma rotina diária, com os compromissos de trabalho e de casa, que atendam não só os filhos, mas os afazeres domésticos, dividindo as responsabilidades de cada um.

Para ajudar, primeiro, mapeiem as atividades. Depois, distribuam-nas durante o dia. E lembrem-se: além das suas atividades, tem as atividades das crianças (como a escola, outros cursos etc.) e, dependendo da idade deles, talvez sua ajuda seja necessária. As primeiras semanas serão desafiadoras, por isso, a disciplina é essencial nesse processo.

Facilitem o que puder ser facilitado

Para quem já tem um dia a dia corrido, cada minuto é precioso! Às vezes perdemos tempo ou procrastinamos, quando poderíamos estar dedicando aqueles minutos para agilizar uma tarefa ou adiantar a próxima. Se esse é o seu caso, conheça alguns aplicativos que podem ajudar nessa missão.

Cozi Family Organizer

Esse aplicativo permite que as atividades da casa e os compromissos de seus moradores sejam cadastrados e envia lembretes para todos sobre esse planejamento. É uma forma de manter todos a par do que está acontecendo e reforçar a importância de que cada um faça sua parte. Ele é gratuito e está disponível tanto na Apple Store quanto no Google Play. Quer um help para otimizar a rotina? É só baixar!

Diário da amamentação

Esse é especial para as mamães! Caso seu filho ainda seja bebê, a atenção triplica, não é? Esse aplicativo pode auxiliar na sua rotina de amamentação, pois com ele você registra os horários e pode definir o intervalo entre uma mamada e outra. Ele também atende em outras demandas, como a lista com as principais vacinas, de acordo com a idade e o apoio de um time de especialistas. Ele também está disponível para iOS e Android. Gratuito.

Bônus: app Guardian

Mais um desafio que diversos pais enfrentam é monitorar seus filhos na internet. Especialmente nesse momento e nessa condição (de home office), em que os afazeres dobraram e eles ficam mais expostos ao uso das redes sociais, jogos etc. Com esse aplicativo, é possível observar o que eles estão fazendo, quais apps estão baixando e administrar o tempo que estão passando online. Ele está disponível para Android e iOS, com uma versão gratuita e uma paga.

Peçam ajuda

Vocês não estão dando conta? Não se culpem por isso. Deem seu melhor e quando não for suficiente, peça ajuda. É normal precisar de alguém para dar suporte. Na verdade, às vezes, chega a ser necessário para prevenir um esgotamento físico e mental. Por isso, se tem um amigo(a) ou parente com quem pode contar, falem com ele.

A pressão para fazer tudo e dar conta pode lhe afetar psicologicamente e, consequentemente, vai influenciar na sua rotina de trabalho também. Conheça seus limites e peça ajuda sempre que necessário.

Não esqueça de você

Esse tópico é um complemento do anterior. Sua família e seu trabalho são suas prioridades? Ótimo. Mas você também é. Então, entre seus compromissos, não esqueça de reservar um tempo para você. Pode ser para conversar com um(a) amigo(a) por videoconferência, praticar um esporte que goste, fazer uma rotina de skincare e por aí vai.

A atividade é o de menos. O importante é que ela exista e receba a mesma atenção que as outras, tá? Vocês não são uma máquina e precisam descansar. Ter um tempo para si não é um desperdício, pelo contrário. Costuma ser um combustível para conseguir lidar com todo o resto.

O home office é uma tendência que chegou para ficar e é possível que, concluída a quarentena, muitas empresas continuem com a prática, por isso, os profissionais precisam se acostumar com a ideia – ou, pelo menos, aprender a trata-la da melhor forma. Para quem tem filhos, é um desafio maior, mas também uma oportunidade de acompanha-los mais de perto e fortalecer a união da família.

Todas as dicas aqui apontadas – embora abordem maternidade diretamente – são direcionadas a mães e pais, considerando que ambos são igualmente responsáveis pela criação dos filhos. É importante, inclusive, que os dois se ajudem e participem da organização das tarefas para que não haja sobrecarga para nenhum dos lados.

Ficou mais fácil lidar com os desafios do home office? Esperamos que sim! Para acompanhar mais conteúdo como esse, curta a nossa página no Facebook!

Posts relacionados

2 comentários em “Os desafios do home office para quem tem filhos

Deixe um comentário