Confira como e por que esfoliar a pele da forma correta

Confira como e por que esfoliar a pele da forma correta

10 de abril de 2019 0 Por admin

O envelhecimento da pele é um processo natural. Afinal, com o passar do tempo, a derme começa a perder o viço em função da baixa produção de colágeno e elastina. Justamente por isso, investir em procedimentos que eliminam as células mortas e estimulam a produção dessas fibras melhora a qualidade da sua cútis. Você sabia que isso tudo é feito ao esfoliar a pele?

Capaz de remover todos os resquícios de sujeira, limpar os poros, renovar as células, diminuir as manchas e preparar a pele para a hidratação, a esfoliação garante uma derme mais saudável e bem cuidada.

Pensando em ajudar você a conquistar a pele natural perfeita, respondemos as principais dúvidas em relação à esfoliação para você inserir na sua rotina de cuidados. Boa leitura!

Quais são os benefícios da esfoliação?

Desenvolver cuidados com a pele é um dos passos fundamentais para garantir qualidade de vida e envelhecer com saúde. Afinal, a derme é o maior órgão que nós temos e, por isso, precisa de uma atenção especial ao longo do dia.

Vamos pensar juntos: em qualquer momento, estamos expostos às interferências do meio, como raios solares, ventos fortes, radiação artificial, poluição e sujeiras que podem fazer abrigo nos poros abertos. Isso tudo acaba prejudicando a sua beleza e saúde.

Dessa maneira, a esfoliação surge como alternativa principal para fazer uma limpeza profunda na pele e renovar suas células, garantindo diversos benefícios, como:

  • uniformiza a pele, deixando-a macia e suave;
  • melhora a circulação sanguínea;
  • limpa os poros;
  • combate as rugas e linhas de expressão;
  • elimina as manchas e acnes;
  • estimula a produção de colágeno e elastina;
  • diminui a oleosidade excessiva;
  • prepara a pele para a hidratação, potencializando seu resultado.

Como esfoliar a pele?

Agora que você já conheceu os melhores motivos para esfoliar a pele, surge a grande dúvida: como realizar a esfoliação? Na verdade, o processo é muito simples: basta utilizar os produtos específicos para o seu tipo de pele em uma determinada região.

No entanto, embora seja fácil, é importante tomar alguns cuidados para evitar danos. Inicialmente, o recomendado é sempre consultar um dermatologista para indicar os produtos certos a serem utilizados, sobretudo se a sua pele tende a ser mais oleosa ou com acne e cravos.

Assim que você adquirir o melhor produto, você pode colocá-lo nas pontas dos dedos e, depois, aplicar na região úmida de forma suave, fazendo sempre movimentos circulares para desobstruir os poros. Em seguida, basta enxaguar e continuar com a sua rotina de beleza.

Quais produtos utilizar?

No tópico anterior, falamos muito sobre a importância de ter o produto certo para garantir uma boa esfoliação. Mas, afinal, quais são esses produtos? Existem diversos cosméticos que podem ser utilizados com a finalidade de remover as células mortas, mas cada um tem a sua especificidade.

Por exemplo, para esfoliar a região do rosto, o ideal é investir em produtos mais leves, como os géis ou sabonetes, com esferas menos ásperas para não tirar a maciez que o rosto deve ter. Já para o corpo, não precisa ter medo de usar um esfoliante de forte abrasão, para garantir um bom resultado.

Além disso, existem diferenças entre produtos para peles secas, oleosas e mistas, podendo ser em creme, gel, buchas e barras. Para escolher o seu, é importante analisar o seu tipo de pele e encontrar o produto que mais harmoniza com a sua rotina de cuidados.

Vale a pena lançar mão de esfoliantes caseiros?

Existem diversas substâncias naturais que são capazes de esfoliar a nossa pele e trazer mais qualidade de vida e bem-estar. Investir em soluções caseiras pode ser a alternativa ideal para economizar dinheiro e lançar mão de produtos naturais que trazem resultados tão bons quanto cosméticos industrializados.

No entanto, é importante prestar muita atenção ao aplicar qualquer produto na sua pele, principalmente os naturais que não são tratados para uso tópico. O ideal é sempre consultar um dermatologista que avalie o seu tipo de pele para indicar os melhores elementos para você.

De maneira geral, existem diversas técnicas e receitas para utilizar esfoliantes naturais que trazem excelentes benefícios para a pele e, é claro, para a autoestima. A seguir, você pode conferir as melhores receitas para aplicar durante a semana.

Esfoliante de mel com açúcar

O mel combinado com o açúcar é capaz de rejuvenescer a pele, além de eliminar as células mortas e auxiliar no processo de renovação da cútis. Para isso, misture uma colher de chá de açúcar granulado com meia colher de chá de mel e suco de meio limão fresco em um pequeno pote, e aplique em movimentos circulares na pele.

Vale lembrar que para essa técnica é fundamental evitar a exposição ao sol logo após o uso, além de limpar bem a região. Isso porque o limão pode causar sérias manchas na pele e trazer prejuízos para a sua saúde.

Esfoliante de café com azeite de oliva

O pó e a borra de café são elementos com alto potencial de hidratação e esfoliação, já que tem em sua composição fitoquinonas, antioxidantes e cafeína. Aliado ao azeite de oliva, esse esfoliante natural deixa a pele macia, bem hidratada e livre das células mortas.

Para utilizá-lo, misture uma colher de sopa de pó ou borra de café com meia colher de sopa de azeite de oliva e aplique na área que você deseja esfoliar. Lembre-se de que esse produto pode ser utilizado em qualquer região, embora precise de uma boa limpeza após seu uso.

Qual o intervalo de tempo entre uma esfoliação e outra?

Outra dúvida muito comum é em relação ao intervalo entre os procedimentos. Assim como a escolha do produto ideal depende do seu tipo de pele, o tempo entre uma esfoliação e outra também é definido a partir da sua derme.

Isso quer dizer que peles secas e mistas precisam de uma a duas esfoliações por semana, para realmente limpar os poros. Já as peles oleosas podem ser submetidas ao tratamento de duas a três vezes na semana, desde que os produtos tenham ativos leves e substâncias naturais.

Como cuidar da pele após o procedimento?

Agora que você já está com a pele limpa e livre de qualquer substância nociva, o que fazer? Existem diversos cuidados que precisam ser feitos após a esfoliação, já que ela retira a camada celular superficial e pode deixar a pele exposta a outros elementos prejudiciais à saúde.

Por isso, procure sempre hidratar a pele após a esfoliação, utilizando os melhores cremes para o seu tipo de cútis. Ainda, invista no uso de protetor solar para evitar os danos dos raios UV, ok?

Para finalizar, você pode fazer o uso do primer com ácido hialurônico. Ele é responsável por reforçar a hidratação da pele, deixando-a com um toque aveludado e sedoso, evitando a oleosidade nociva. Além disso, proporciona a revitalização e rejuvenescimento da derme. 

Esfoliar a pele é um procedimento fundamental para garantir um envelhecimento saudável. Lembre-se de utilizar os produtos certos, investir no protetor solar para evitar manchas e irritações e aplicar o hidratante após o procedimento para ter resultados incríveis.

E então, gostou do nosso artigo? Aproveite e continue lendo sobre como utilizar o protetor solar da forma certa!