Cabelo ressecado: conheça as principais causas e tratamentos

Cabelo ressecado: conheça as principais causas e tratamentos

20 de fevereiro de 2019 0 Por admin

Um dos maiores incômodos estéticos para as mulheres é o cabelo ressecado. Esse processo acontece de forma rápida, danificando a haste dos fios e causando problemas de autoestima. E mais, existem diferentes situações que permitem o seu desenvolvimento, fazendo com que ele traga mais desafios no dia a dia.

Afinal, processos químicos, poluição do ar e da água, cloro de piscina, alisamentos, água quente e a exposição ao sol causam muitos danos às madeixas, diminuindo a sua oleosidade natural.

Mas nem tudo está perdido! Existem diversas formas de tratar o ressecamento, proporcionando brilho, movimento e volume para seus fios. Continue lendo e confira todas as dicas que separamos para você!

Use produtos com proteção solar

Assim como o sol prejudica — e como! — a pele, ele também agride os fios. Isso porque a radiação ultravioleta consegue penetrar profundamente nas hastes, alterando a sua cutícula e, por consequência, diminuindo o brilho e trazendo à tona o aspecto quebradiço.

Para garantir que ele não ocasione o ressecamento extremo, principalmente no verão, é indicado a aplicação de um leave-in com filtro solar ao final de cada limpeza, protegendo os fios ao mesmo tempo em que os mantém macios e brilhantes.

Ainda, quando for à praia ou piscina, procure utilizar um condicionador com FPS, aplicando de hora em hora, assim como o protetor solar. Isso garantirá mais saúde para seus fios, protegendo a cutícula e favorecendo a produção natural de oleosidade para manter as madeixas hidratadas.

Aposte nos hidratantes capilares

Quem tem cabelo ressecado deve transformar o hidratante no seu melhor amigo. Vamos pensar juntas: o ressecamento ocorre em função da falta de oleosidade no couro cabeludo, que deixa os fios desprotegidos e abertos para as impurezas — como a radiação ultravioleta, poluição e produtos químicos agressivos.

Ao utilizar máscaras hidratantes, você fecha as cutículas dos fios, impedindo que essas impurezas entrem e, ainda, estimula a produção de oleosidade para manter as cutículas fechadas.

Por isso, criar uma rotina de hidratação, podendo até fazer um cronograma capilar, mantém os fios ativos e saudáveis, livrando-se do ressecamento.

Nesse momento, é importante lançar mão dos produtos certos, sendo coerente com o seu tipo de cabelo — liso, cacheado, crespo, com ou sem ações químicas —, optando por cremes que tenham pH mais alto para combater com facilidade o ressecamento.

Vale lembrar que os cabelos que foram modificados com química precisam de uma hidratação mais profunda nos primeiros meses, para garantir a boa restauração dos fios. Por isso, procure sempre um cabeleireiro de confiança para realizar os procedimentos certos e conquistar um bom resultado.

Invista nos produtos certos

No tópico anterior, explicamos sobre a importância de escolher um bom creme de hidratação para ter resultados satisfatórios, você se lembra? Essa regra também se aplica para os shampoos e condicionadores.

Uma das consequências do ressecamento é a alcalinização dos fios, isto é, eles ficam com o pH acima de 7, quando deveriam estar neutros. Para piorar o quadro, a maioria dos shampoos também são alcalinos, o que resseca ainda mais as madeixas, provocando cutículas escamadas e dilatadas, favorecendo a entrada de elementos nocivos.

Então, quando for adquirir o seu shampoo, opte por produtos que tenham ácido glicólico em sua fórmula, tendo em vista sua alta capacidade em equilibrar o pH natural.

Já para adquirir o seu condicionador, não é preciso nenhuma alteração. No entanto, caso queira potencializar o processo, é possível investir em produtos que sejam indicados para cabelos ressecados ou que sofreram com químicas.

Utilize óleos naturais

Outra forma altamente eficaz para lidar com os fios ressecados é utilizando óleos vegetais naturais, como o de coco, de argan e de rosa mosqueta. Eles apresentam ativos em sua fórmula que penetram na cutícula e hidratam os fios de dentro para fora, fechando as madeixas e as deixando uniformes e bem protegidas.

Para isso, você pode investir na umectação capilar, uma técnica que consiste em aplicar o óleo da raiz às pontas, massageando o couro cabeludo antes de dormir. No dia seguinte, basta lavar o cabelo logo cedo, limpando com bastante atenção, e deixar as madeixas secarem naturalmente.

No mesmo dia, você poderá ver a mudança na maciez e brilho, assim como no volume e textura dos fios. O ideal é realizá-la uma vez a cada quinze dias, para não deixar o cabelo pesado.

Tome banho com temperaturas amenas

No início deste artigo comentamos que uma das principais causas do cabelo ressecado é a temperatura da água do banho. Principalmente no inverno, banhar-se com água quente faz parte da rotina de muitas mulheres. Afinal, torna-se um momento relaxante e de autocuidado.

No entanto, a água quente acaba danificando os fios, sobretudo, aqueles que já estão desprotegidos em função da pouca hidratação. Assim, é como se você estimulasse ainda mais as suas madeixas a se manterem ressecadas, retirando a oleosidade natural, e não queremos isso, certo?

E mais, embora a água seja tratada, existem diversos produtos dentro dela que podem estragar o cabelo, como o excesso de cloro. Então, além de baixar a sua temperatura — optando sempre pelo morno e não deixando muito vapor no ambiente —, procure reduzir o tempo de banho, para não deixar os produtos maléficos causarem danos nas madeixas, ok?

Ainda, você pode potencializar esse processo com uma hidratação profunda pelo menos duas vezes ao mês. Com essa pequena mudança, você já conseguirá perceber um excelente resultado depois de algumas semanas.

Faça cortes frequentes

Uma das dicas mais conhecidas para manter o cabelo bem hidratado é fazer cortes frequentes, sobretudo, das pontas duplas. Embora seja muito comentada, ela é altamente funcional e garante fios mais macios ao longo do tempo.

Isso acontece porque, ao liberar os fios que estão antigos, ressecados e com pontas duplas, você distribui melhor a oleosidade natural pelo couro cabeludo, garantindo uniformidade nas madeixas.

Evite o uso do secador e chapinha

Assim como o nosso cabelo sofre com a alta temperatura da água e com a incidência do sol, ele também é afetado pelo calor extremo do secador e da chapinha. Embora sejam acessórios muito utilizados para finalizar os fios com perfeição, eles trazem diversos danos se usados a longo prazo.

Por isso, evite utilizá-los diariamente, optando por cremes de modelar ou secagem natural. No entanto, se for realmente necessário, escolha por uma temperatura mais baixa e utilize o protetor térmico antes das ferramentas, ok?

Cuidar do cabelo ressecado não precisa ser um grande desafio, basta utilizar as técnicas certas para garantir excelentes resultados. Lembre-se de lançar mão dos produtos corretos, investir na hidratação e umectação, evitar a água quente e o secador para conquistar os fios perfeitos!

E então, gostou do nosso artigo? Aproveite e assine nossa newsletter para não perder nenhuma atualização!