Acne da mulher adulta: o que causa e como prevenir?

4 minutos para ler

A acne da mulher adulta é um problema encarado por muitas pessoas. É esperado que esse problema vá embora após a puberdade e o período da adolescência, mas nem sempre isso acontece. Naturalmente, as peles mais maduras já necessitam de um cuidado a mais, pois perto dos 30 anos a produção de algumas substâncias começam a diminuir.

A aparência da pele influencia muito na nossa autoestima. Por isso, problemas com acne representam uma frustração na vida de muitas mulheres. Dessa forma, entender quais são as causas, tratamentos e como prevenir podem ajudar na procurar por soluções eficazes.

Se você sofre com a acne da mulher adulta e quer entender mais sobre o assunto, este post pode ajudar. Continue a leitura!

O que causa acne em mulheres adultas?

A acne da mulher adulta, na maioria das vezes, pode estar relacionada com alterações hormonais. No entanto, isso não significa que ela seja uma acne hormonal. Na verdade, esse é o motivo de apenas 30% dos casos de acne na mulher adulta. Uma grande parcela está relacionada à problemas no sistema imunológico.

As espinhas são inflamações nas glândulas sebáceas, responsáveis pela regulação e lubrificação do óleo na pele. Portanto, elas produzem gordura e algumas bactérias se atraem por isso. Assim, a espécie Propionibacterium Acnes se alimenta dessa gordura e, como consequência, há a inflamação.

Dessa forma, a obstrução dos poros causa a proliferação de bactérias e o organismo da mulher não consegue combatê-las. A partir disso é que surgem cravos e espinhas na mulher adulta. Além disso, manter uma alimentação desequilibrada e ter hábitos ruins, como o fumo, também podem agravar a situação.

Quais são as características?

A acne da mulher adulta tem características diferentes das que são encontradas em pessoas mais jovens. Enquanto o comum são cravos e espinhas na zona T (testa, nariz e queixo), na mulher adulta elas aparecem na região inferior do rosto.

Conhecida como zona U (pescoço, queixo e mandíbula), essas são as áreas maia acometidas pelas espinhas. Também há presença de cravos, mas a quantidade é bem menor e eles são pouco visíveis. Já as espinhas, ficam com a aparência inflamada e causam manchas vermelhas, que podem até ser doloridas.

Como prevenir a acne da mulher adulta?

Antes de tomar qualquer tipo de ação, é preciso entender a origem da acne. Por isso, um dos primeiros passos é fazer o perfil hormonal para identificar se há algum tipo de doença endócrina. Além disso, a avaliação da rotina também ajuda a encontrar fatores que podem agravar a situação (má alimentação, estresse, fumo e outros).

Se não há causas hormonais envolvidas, a prevenção fica mais simples, pois apenas criar uma rotina de cuidados já ajuda bastante. O uso de dermocosméticos específicos são grandes aliados, como sabonetes, loções de limpeza, filtro solar e outros produtos. 

Ativos seborreguladores (que regulam o sebo da pele) reduzem a acne e mantém a pele limpa, evitando a proliferação das bactérias que causam cravos e espinhas. Busque por produtos com ácido salicílico, niacinamida, LHA e outros ativos que são voltados para prevenir o problema. Dessa maneira, a acne da mulher adulta será controlada e a sua pele ficará mais luminosa e saudável.

Se você não sabe como começar a cuidar da pele, que tal inserir um produto de limpeza na rotina de skin care? Conheça a Loção de Limpeza Facial Supérbia e veja os resultados!

Posts relacionados

Deixe um comentário