Ácido hialurônico e Vitamina C para pele do rosto: a combinação perfeita

6 minutos para ler

Você conhece todo o potencial do ácido hialurônico e da vitamina C para pele do rosto? Esses dois ativos já viraram queridinhos no mundo da skincare, graças ao seu alto poder de hidratação e ação oxidante, prevenindo os sinais do envelhecimento. Mas, afinal, como é possível utilizá-los juntos?

Incluir esses componentes em sua rotina de cuidados pode ser uma excelente forma de reverter os danos causados pela poluição, pelo estresse e pelos agentes externos, trazendo de volta a hidratação, firmeza e elasticidade da pele.

No post a seguir, vamos explicar como esses dois ativos agem na pele e por que sua utilização é tão importante para conquistar uma pele mais jovem e bonita. Ainda tem dúvidas sobre como utilizar esses produtos, então esta leitura é para você!

O que é a vitamina C?

A vitamina C é um nutriente hidrossolúvel indispensável para o funcionamento do nosso organismo. Ela não é produzida pelo corpo e, por isso, deve ser ingerida na alimentação. Pode ser encontrada em frutas, como limão, acerola, laranja e morango, e também em vegetais, como brócolis e pimentão.

A substância oferece inúmeros benefícios para o nosso corpo. Em relação à pele, ela age como um antioxidante, proporcionando mais firmeza, hidratação e clareando manchas. Pode ser encontrada em diversas apresentações de uso tópico, sendo as mais comuns em loções, hidratantes, géis, séruns e máscaras.

Como ela atua?

A vitamina C é um dos antioxidantes mais poderosos no combate ao envelhecimento da pele. Ela atua como um escudo, neutralizando o efeito dos radicais livres e diminuindo o estresse oxidativo causado por cigarro, álcool, poluição e exposição solar.

Além disso, a substância promove a síntese do colágeno e previne a degradação dessa proteína, muito importante para garantir a elasticidade e firmeza da pele. Apesar de essencial, o colágeno tem sua produção reduzida a partir dos 25 anos. Em razão disso, surgem as linhas de expressão, e a pele se torna mais frágil e menos elástica.

Outro benefício da vitamina C é a hidratação. Um dos derivados da substância, o ascorbil fosfato de magnésio, conta com propriedades hidratantes e é capaz de formar uma barreira natural, impedindo a perda de água e deixando a pele com mais viço e luminosidade.

Por fim, a substância também apresenta ação despigmentante, atuando como clareadora no tratamento de melasmas e manchas. Isso porque ela age inibindo a produção da enzima responsável pela formação de melanina. Além de uniformizar o tom de pele, o uso de vitamina C também auxilia na prevenção de novas manchas.

O que é o ácido hialurônico?

O ácido hialurônico é uma molécula produzida naturalmente pelo nosso corpo, responsável por dar hidratação à pele, retendo água e mantendo as fibras elásticas e resistentes. Sua produção diminui com o avanço da idade, o que causa ressecamentos, perda de densidade, flacidez e rugas.

Sua reposição pode ser feita em tratamentos clínicos de preenchimento de rugas e por meio de uso tópico em cosméticos, como no Primer Hidratante da Supérbia. Ele trata e prepara a pele, retendo a perda de água, devolvendo hidratação e auxiliando na manutenção dos níveis de colágeno. Isso proporciona um toque macio e aveludado, além de reduzir a aparência de linhas finas.

Posso combinar os dois?

Sim! Esses dois ingredientes reparadores não somente podem ser utilizados em conjunto como são frequentemente encontrados em cosméticos que visam a prevenir os sinais de envelhecimento da pele, como linhas finas e flacidez.

A combinação pode ser utilizada tanto durante o dia quanto à noite. No entanto, quando usados durante o dia, deve-se aplicar também um protetor solar. Os ativos podem ser encontrados combinados em cremes, séruns ou cuidados específicos. E você também pode sobrepor um item com vitamina C e outro com ácido hialurônico em sua rotina. No caso de utilizar dois produtos, fique atenta se um veículo não está impedindo a absorção completa do outro.

Quem pode utilizar?

Tanto o ácido hialurônico quanto a vitamina C são bem-aceitos e podem ser utilizados por todos os tipos de pele. Pessoas com acne vulgar e rosácea podem beneficiar-se desse tipo de produto, visto que a vitamina C apresenta propriedades anti-inflamatórias.

Nos casos de peles muito oleosas, engana-se quem acredita que esse tipo de pele não precisa de hidratação e não sofre com os sinais do envelhecimento. A dica, entretanto, é optar por fórmulas mais leves e com toque seco.

Produtos com vitamina C também são muito indicados para pessoas com peles negras, graças às propriedades clareadoras do ativo. Isso porque esse tipo de pele é mais propenso a manchas e hiperpigmentações.

Apesar de os componentes não terem contraindicações e apresentarem casos raríssimos de reações ligadas ao uso tópico, o indicado é que grávidas e lactantes consultem seu médico antes de incluírem os cosméticos em sua rotina de cuidados. O mesmo vale para pessoas com câncer de pele e sistema imunológico debilitado.

A combinação é uma boa alternativa para peles jovens e maduras, sendo indicado iniciar o tratamento logo após o aparecimento dos primeiros sinais de envelhecimento, que acontece por volta dos 25 anos.

Quais são os resultados?

A vitamina C e o ácido hialurônico é uma combinação perfeita contra o antienvelhecimento. Juntando os dois componentes, você consegue aumentar a produção de colágeno, inibir a ação dos radicais livres e melhorar a hidratação da pele.

O resultado é uma cútis mais macia, firme, iluminada, uniformizada e livre de rugas e linhas de expressão. Além disso, o uso regrado de cosméticos com os ativos em sua rotina diária pode melhorar consideravelmente a textura e elasticidade da pele, e os sinais de mudança podem ser vistos a curto prazo.

A vitamina C e o ácido hialurônico são dois ingredientes curingas para quem busca uma pele mais jovem e saudável. Cosméticos de uso tópico produzidos com esses ativos são importantes em sua rotina de cuidados, pois contam com efeito antioxidante e promovem mais hidratação e elasticidade à pele.

Na hora de comprar seus produtos, busque por marcas conceituadas e fórmulas apropriadas para o seu tipo de pele. Peles oleosas pedem por texturas mais leves, enquanto as secas precisam de hidratantes mais consistentes.

Agora que você já conhece todos os benefícios do ácido hialurônico e da vitamina C para pele do rosto, descubra quais são os principais cuidados com a pele na meia-idade.

Posts relacionados