Como evitar varizes? Um guia completo para você!

12 minutos para ler

Você costuma passar muito tempo sentado ou em pé? Sente inchaço, dores nas pernas ou vermelhidão? Saiba que esse incômodo pode ser provocado pelas veias dilatadas que são vistas por baixo da pele, principalmente nas pernas. Ficar atento a isso é fundamental, já que existem riscos de problemas circulatórios. Portanto, saber como evitar varizes ajuda a diminuir o desconforto e prevenir quadros mais graves.

A tendência é que as varizes surjam cada vez mais cedo em decorrência do tipo de vida que as pessoas levam, como ficar sentado por longos períodos ou usar anticoncepcionais precocemente. Além disso, a obesidade, o sedentarismo e o cigarro também contribuem para o aparecimento desse tipo de doença.

Neste post, apresentamos um guia completo sobre as varizes e como você pode evitá-las. Confira!

O que são as varizes?

As varizes são veias deformadas e dilatadas que apresentam uma coloração púrpuro-azulada e aparecem ao longo das pernas, podendo provocar inchaço e dor. Sua ocorrência é mais comum em quem precisa ficar em pé durante longos períodos.

Elas também são frequentes em mulheres entre 20 e 50 anos com pele madura. No entanto, as varizes podem aparecer em crianças ou adolescentes por causa das alterações do estilo de vida.

Como elas surgem?

O bombeamento do sangue é feito pelo coração para dentro das artérias que, por sua vez, levam esse líquido para todas as partes do organismo. Já as veias têm o objetivo de drená-lo de volta para o coração.

O sangue desce com facilidade do coração até os pés e as pernas, mas precisa de um grande esforço para voltar a esse órgão. A tarefa do retorno venoso é feita pelas veias por meio de válvulas venosas que auxiliam a direcionar o sangue para cima.

Em uma pessoa sem varizes, a válvula se abre para o líquido passar e se fecha para evitar o retorno dele. Em outros indivíduos, alguns fatores podem provocar um mau funcionamento dessas válvulas, causando a flacidez das veias e fazendo com que elas percam a sua elasticidade. Por causa disso, o sangue fica parado dentro desses vasos sanguíneos, levando à formação das varizes.

Quais são as causas do aparecimento das varizes?

Alguns fatores contribuem para o surgimento das varizes. Confira!

Sedentarismo

A panturrilha é conhecida como o “coração das pernas”. A cada contração muscular o sangue é bombeado, ativando a circulação. Situações em que essa musculatura fica parada por longos períodos causam uma retenção de líquido nas pernas, levando ao inchaço.

Assim, quando não praticamos atividades físicas, o corpo deixa de contar com esse mecanismo que garante o retorno venoso, aumentando o volume de sangue nas veias dos membros inferiores.

Obesidade

Pessoas acima do peso têm uma predisposição maior para desenvolver as varizes, pois o acúmulo de gordura dentro dos vasos sanguíneos provoca a má circulação. Além desse problema, outras complicações podem surgir, como a trombose.

Uso contínuo de anticoncepcional

A pílula anticoncepcional, principalmente a que apresenta estrógenos em sua composição, é um fator de risco para o aparecimento das varizes. Os hormônios alteram a viscosidade do sangue e a permeabilidade vascular e, consequentemente, facilitam o aparecimento de alterações na coagulação, além de provocarem vasodilatação.

Assim, o tempo de uso, o tipo de hormônio e a dose do estrógeno contida na pílula são determinantes para o desenvolvimento das varizes.

Gravidez

Durante a gravidez, os níveis dos hormônios que naturalmente ampliam a chance de varizes sobem ainda mais, o que piora a tendência a ter esse problema. Além disso, o aumento do volume do útero causa uma compressão das veias intra-abdominais, favorecendo essa condição.

Passar muito tempo na mesma posição

Pessoas que ficam o dia todo sentadas sofrem uma compressão das veias das pernas, o que interrompe o fluxo do sangue na panturrilha e favorece o surgimento das varizes. Quem trabalha em pé sem se movimentar muito também sofre mais com o problema.

Isso ocorre porque a força da gravidade dificulta a subida do sangue pelas veias, assim, ele tende a ficar acumulado nos membros inferiores.

Em quais regiões do corpo as varizes aparecem?

Você sabia que as varizes não aparecem somente nas pernas? Embora os membros inferiores sejam os que mais sofrem com essa condição, existe a possibilidade de elas surgirem em outras áreas do corpo, como pés, costas, abdômen, seios, colo e face.

A explicação para o seu surgimento nas pernas é que fica difícil para o fluxo sanguíneo circular no sentido contrário ao da gravidade. Isso requer um grande esforço do corpo e, quando esses vasos não estão com uma estrutura perfeita, eles cedem à pressão que o sangue exerce em suas paredes, o que facilita o aparecimento das varizes.

Identificá-las é fácil devido a uma característica marcante — o tom arroxeado ou avermelhado que a pele assume quando as veias ficam com sangue acumulado dentro delas.

Quais são os sintomas das varizes?

As varizes não costumam apresentar sintomas além do aspecto de veias dilatadas, tortuosas e azuladas logo abaixo da pele. No entanto, algumas pessoas podem apresentar outros sinais, como:

  • coceira na pele;
  • inchaço leve, geralmente envolvendo somente os tornozelos e pés;
  • ardor, dor ou sensação de peso nas pernas, que são mais acentuados no fim do dia;
  • pele esticada e seca.

Quais são os principais riscos das varizes?

Na maioria dos casos, as varizes são benignas e não causam riscos para a saúde, sendo somente uma preocupação estética. Entretanto, quando não tratadas de modo correto, podem progredir e trazer muitas complicações. Confira, a seguir, os principais riscos desse problema.

Trombose venosa

Trombose é um termo que se refere à condição em que há o desenvolvimento de um trombo nas veias das coxas e pernas que entope a passagem de sangue. Assim, quando os vasos dos membros estão dilatados, todo o fluxo sanguíneo fica comprometido.

Essa condição é uma complicação das varizes, já que ocorre a coagulação dentro das veias, o que interrompe a circulação como se fosse uma rolha. Nesse caso, a pessoa sente inchaço, vermelhidão e dor no trajeto das varizes.

Embolia pulmonar

A embolia pulmonar acontece quando um pedaço do coágulo formado no interior das veias profundas das pernas se solta e afeta os vasos sanguíneos dos pulmões. Dependendo da área atingida e do tamanho do coágulo, o indivíduo pode morrer. Contudo, embora possa ocorrer, felizmente essa é uma condição rara.

Powered by Rock Convert

Dermatite ocre

O acúmulo de sangue nas veias pode extravasar e manchar a pele dos membros inferiores com uma coloração acastanhada. A cor é relacionada ao ferro contido nos glóbulos vermelhos que, quando se rompem, liberam hemoglobina e, consequentemente, alteram a coloração da pele.

Insuficiência venosa crônica

De maneira geral, as mulheres com idade avançada sofrem com esse problema, que também tem relação com o histórico familiar, a obesidade e o número de gestações. Os principais sintomas incluem sensação de peso, inchaço, cãibras musculares, fadiga, queimação, formigamento, dor e coceira.

Úlcera venosa

A úlcera venosa é uma consequência do agravamento da insuficiência venosa crônica. Ela é caracterizada por uma ferida aberta que necessita de cuidados especializados e provoca muita dor. Após o tratamento, o acompanhamento deve ser permanente para evitar o retorno das úlceras.

Como evitar varizes?

Felizmente, é possível evitar varizes independentemente de a origem ser genética ou não. Com algumas mudanças de hábitos no dia a dia você pode diminuir o risco de desenvolver essa condição. Confira!

Mantenha uma alimentação saudável

Manter uma dieta equilibrada e saudável é uma boa maneira de evitar varizes. Uma alimentação rica em açúcar, sal e gordura causa inflamações e o enfraquecimento das paredes dos vasos.

Por isso, consuma alimentos ricos em vitamina C, ômega-3, licopeno e fibras, como laranja, limão, chia, linhaça, grãos, frutas e verduras.

Pratique exercícios físicos

Manter o corpo em movimento é a melhor solução para evitar varizes e outras patologias. O exercício físico, desde que acompanhado por profissionais de educação física e recomendado por um médico, é muito aconselhável, principalmente se for uma atividade aeróbica.

Portanto, ciclismo, hidroginástica, natação, corrida e caminhada são opções saudáveis, desde que a pessoa não tenha outras doenças graves. No entanto, é preciso ter atenção em relação aos esportes pesados, porque a musculação, por exemplo, pode ser prejudicial para quem já sofre com as varizes nas pernas.

Caso algum sintoma desse problema seja notado, um profissional especializado deve ser consultado para auxiliar você nos próximos passos da rotina esportiva.

Use meias elásticas

As meias elásticas são boas aliadas para prevenir varizes. Elas comprimem as pernas e diminuem a pressão da gravidade sobre as veias, o que facilita o bombeamento de sangue para o coração.

Com um melhor fluxo sanguíneo, o aparecimento de vasos tortuosos diminui consideravelmente. Lembre-se de buscar ajuda médica antes de realizar a compra das meias elásticas, já que para cada pessoa existe um tamanho e tipo diferentes.

Faça esfoliação

A esfoliação recupera a vitalidade da pele, controla a oleosidade, limpa os poros e elimina células mortas. Além disso, também é uma ótima aliada para quem quer evitar varizes, já que o processo estimula a circulação do sangue por todo o corpo.

Aliada à prática de atividades físicas, a esfoliação também auxilia na eliminação de incômodos e dores provocados pela má circulação. Então, opte pelo creme esfoliante para corpo, que apresenta uma combinação de cascas de nozes e microcristais de quartzo.

Ao realizá-la, adicione uma quantidade menor de água para que a esfoliação seja mais profunda na pele. Após isso, aplique protetor solar.

Eleve as pernas

Elevar as pernas, pelo menos, uma vez ao dia é ideal para evitar o acúmulo de sangue. Para isso, deite-se e posicione os membros inferiores acima do nível do coração, apoiando-os contra a parede ou em uma almofada.

Essa posição possibilita que o sangue vá para o coração sob a ação da gravidade em vez de ficar acumulado nas veias dos pés e pernas.

Faça massagem nas pernas

A massagem auxilia na boa circulação do sangue no corpo, principalmente nas pernas. A técnica que funciona como tratamento para prevenir varizes consiste em movimentos suaves, evitando apertar as veias inchadas com os dedos.

Assim, exerça uma pressão suave com a palma da mão ou utilize as pontas dos dedos para massagear, indo dos calcanhares até os tornozelos, de modo ascendente. Caso você sinta algum desconforto ou dor, pare o processo e coloque as pernas para cima.

Mude o estilo de vida

As mudanças no estilo de vida diminuem os incômodos provocados pelas varizes. Assim, evite ficar muito tempo sentado ou em pé, levante-se, faça alongamentos e mude a posição frequentemente para impedir a diminuição do fluxo sanguíneo, por exemplo.

Além disso, evite usar salto alto ou calçado apertado com muita frequência. Nesses casos, a panturrilha fica em uma posição que favorece o acúmulo de sangue na área, não retornando ao coração. Logo, tente variar entre saltos baixos e médios durante a semana e evite sapatos desconfortáveis.

Beba bastante líquido

Beber chás, sucos naturais e água é recomendado para melhorar a circulação sanguínea. Quanto menor a ingestão de líquidos, maior é viscosidade do sangue. Além disso, a desidratação favorece a queda da pressão arterial, prejudicando muitos órgãos.

O consumo adequado de água garante que o corpo seja nutrido e bem irrigado pelo sangue. Por isso, tente ingerir cerca de dois litros de líquidos por dia, incluindo também o consumo de alimentos suculentos.

Pare de fumar

O tabagismo não só causa problemas pulmonares e outros malefícios, mas também favorece o surgimento das varizes. O cigarro é composto por várias substâncias nocivas à saúde e a nicotina auxilia na potencialização da viscosidade sanguínea. Isso quer dizer que o sangue se torna mais espesso, o que dificulta o bombeamento de volta para o coração.

Agora que já sabe como evitar varizes, lembre-se de adotar alguns hábitos no dia a dia, como elevar as pernas, manter uma alimentação saudável, usar meias elásticas e praticar exercícios físicos. Além disso, consulte um médico especializado para que ele possa avaliar a situação e indicar o melhor tratamento para você.

Gostou deste post? Então, compartilhe-o nas redes sociais para que seus amigos também descubram tudo sobre como evitar varizes!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário