Descubra o que você deve saber para se livrar do pé de galinha no rosto!

6 minutos para ler

O pé de galinha no rosto pode causar incômodo para quem busca envelhecer bem. Mas, se não forem adotados alguns cuidados específicos na sua rotina, como a proteção contra o sol e a higienização da pele, o problema tende a se agravar ao longo do tempo.

Por essa razão, é importante conhecer as principais causas desse tipo de ruga e entender que é possível manter alguns hábitos diários que previnem o seu aparecimento. Também é necessário saber quais são os métodos de tratamento disponíveis para combater o pé de galinha.

Continue a leitura e veja ainda quais as soluções da Supérbia que ajudam a eliminar esse problema. Confira!

O que é o pé de galinha e quais as suas características

Essas rugas de expressão, também chamadas de periorbiculares, têm uma aparência caracterizada por vincos na pele. Por isso, são popularmente conhecidas como pé de galinha. É o que explica o terapeuta esteticista Rodrigo Tavares, autor do livro Peelings Químicos Estéticos.

“Elas [rugas periorbiculares] podem ser superficiais ou profundas, dinâmicas, se só aparecem no momento da expressão; ou estáticas, quando são visíveis mesmo não fazendo expressão”, declara Tavares. O terapeuta esteticista esclarece que não há uma idade determinada para o surgimento do problema, que pode ser formado na pele devido a vários fatores. Ele aponta que é mais comum aparecer no rosto a partir dos 30 anos, no entanto, podem ocorrer casos em que esse tipo de ruga surge mais cedo.

Rodrigo Tavares descreve também que, além das rugas de expressão, existem outros incômodos semelhantes que podem surgir nessa região do corpo. “Não é só o pé de galinha que acomete as proximidades e a região ao redor dos olhos, como também as rugas frontais, que acometem a testa, e o sulco nasogeniano, conhecido como bigode chinês”, diz.

Saiba as causas do pé de galinha no rosto

As rugas periorbiculares geralmente são originadas por movimentos recorrentes dos músculos localizados na região dos olhos, segundo o especialista. Ele justifica que essas contrações musculares podem ser feitas, por exemplo, quando fechamos os olhos para nos protegermos do sol, se não estivermos com óculos escuros.

Além da falta de proteção na exposição ao sol, o pé de galinha pode manifestar-se em pessoas com dificuldades de visão. Quem tem miopia, por exemplo, tende a apresentar os vincos no rosto porque contrai os músculos constantemente na tentativa de enxergar de longe.

De acordo com Tavares, também é possível relacionar o surgimento e o agravamento das rugas de expressão com a diminuição de duas proteínas: o colágeno e a elastina. Ao longo dos anos, a nossa pele sofre alterações com a redução desses componentes, que previnem a flacidez e as rugas.

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, alterações hormonais e mudanças na produção de proteínas influenciam no surgimento dos pés de galinha. Além deles, o tabagismo, poluição e ingestão de bebidas alcoólicas ainda aceleram o surgimento das rugas.

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Conheça os principais tratamentos para pé de galinha

Quando o pé de galinha já está formado no rosto, alguns recursos podem ser utilizados para suavizar esse tipo de ruga. Rodrigo Tavares cita a disponibilidade de tratamentos não invasivos, a exemplo do peeling, que é capaz de promover uma espécie de descamação da pele.

O terapeuta esteticista afirma ainda que o problema também pode ser tratado com intervenções como a intradermoterapia pressurizada, o jato de plasma, a radiofrequência e o microagulhamento. Ele pontua que a toxina botulínica, conhecida como botox, tem resultado imediato, mas considera que não é um tratamento, porque outras técnicas são mais efetivas.

Veja como prevenir o pé de galinha

Tavares assinala que é importante adotar uma rotina de limpeza e cuidado com a pele do rosto a fim de evitar o pé de galinha. Portanto, se você costuma usar maquiagem, é importante sempre fazer a retirada dos resíduos que ficam na sua pele com o uso de produtos adequados. Também é indicada aplicação rotineira de hidratantes na pele do rosto.

Além disso, é recomendada a utilização de produtos para proteção solar e dos óculos de sol, ainda que em dias mais nublados. “Cuidados diários como higienização, hidratação e fotoproteção corretas tornam-se cada vez mais necessárias para a manutenção da saúde e jovialidade da pele”, defende o terapeuta esteticista.

Ele destaca também a necessidade de prestar atenção nos alimentos que ingerimos. “Nossa alimentação, cada vez mais precária e industrializada, as radiações solares cada vez mais fortes, as alterações solares, entre outros, vêm fazendo com que nossa pele comece a envelhecer cada vez mais cedo”, considera.

Rodrigo Tavares indica ainda que a prevenção pode ser feita por meio da ingestão de bastante água e do uso de peptídeos de colágeno. Outros recursos que ele sugere para serem usados em casa são os cremes antissinais, a exemplo do Primer Hidratante com Ácido Hialurônico, da Supérbia, e dos adesivos cujas características detalharemos mais em seguida.

Adesivos Antissinais Supérbia

O terapeuta esteticista ressalta especificamente a utilização do Adesivo Antirrugas da Supérbia para evitar o aparecimento e tratar o pé de galinha. Ele explica que, quando é aplicado na pele, o produto age para regular “as consequências das contrações musculares na derme”.

Os adesivos Antissinais da Supérbia também deixam a pele do rosto mais úmida, promovendo ainda uma hidratação bastante profunda na derme. “Podem ser usados tanto na prevenção quanto no tratamento, entre aplicações de técnicas de consultório, com muito êxito”, garante Rodrigo Tavares.

Com base no que foi apresentado, você pôde compreender quais os hábitos que podem ser praticados no seu dia a dia para prevenir o surgimento do pé de galinha. Além disso, aprendeu a necessidade de proteger a pele da exposição ao sol e cuidar da hidratação e da higienização do rosto, conhecendo ainda os métodos para tratar esse problema.

Agora que já sabe mais sobre como se livrar do pé de galinha no rosto, confira, no site da Supérbia, os produtos que podem lhe ajudar a ter uma pele mais bonita e saudável.

 

Entrevistado

Rodrigo Tavares é esteticista e atuante na área desde 1997. É também terapeuta holístico, ministrante de cursos de peelings químicos e IPC, e palestrante de congressos e simpósios, além de autor de 14 livros eletrônicos (TV MED), dentre eles PEELINGS QUÍMICOS ESTÉTICOS – Ed. Sparta.

Posts relacionados

Deixe um comentário